gatilhos mentais

Gatilhos Mentais – Instrumentos de Persuasão

Gatilhos Mentais – Instrumentos de Persuasão

No contexto de lançamentos e marketing digital, os gatilhos mentais são utilizados como uma técnica para conseguir alavancar as vendas e aumentar a quantidade de leads (potenciais clientes), por exemplo.

Mas porque os gatilhos mentais são tão poderosos? Muitas ações do nosso dia a dia são tomadas pelo inconsciente, isso porque o nosso cérebro já sabe como agir, não havendo necessidade de gastar energia a todo momento.

Como por exemplo, o caminhar, conscientemente sabe-se que precisa se movimentar mas não há necessidade de ficar pensando em como será o movimento, certo?

Isso também vale para processos de decisões, muitas vezes elas são tomadas no próprio inconsciente, e neste caso, os gatilhos mentais servem como facilitadores.

Abaixo serão listados 10 exemplos de gatilhos mentais que ajudarão a clarear o conceito. Tais gatilhos são técnicas de linguagem que podem ser usados em títulos, e-mails, vídeos, posts e outros.

Vamos lá?

  • Autoridade

É possível por meio da geração de conteúdos de qualidade sobre o assunto dominante. A partir do momento que as pessoas sentirem que os conteúdos estão gerando valor, o propagador se torna autoridade no assunto.

Uma forma de medir se este gatilho está dand resultados, é através de testemunhos e até mesmo pela quantidade de seguidores e interações nas redes sociais.

A autoridade também pode ser citar alguém muito reconhecido no mercado como aprovador do seu negócio, por exemplo “Coca Cola e Uber são nossos clientes e comprovam a nossa qualidade”.

  •  Reciprocidade

“Gentileza gera gentileza”. Já ouviu essa frase?

Quando é gerado muito valor para alguém, no momento em que precisar que essa pessoa compre algum produto ou tome alguma ação, ela vai fazer sem medir esforços.

Mas lembre-se, deve ser uma ação natural, feita de coração, sem forçação de barra.

Pode ser feito através de compartilhamento de conteúdo ou liberação de algum bônus como ebooks, webinars ao vivo e outros.

  • Prova

As provas podem ser obtidas através de testemunhos.

Quando o produto ou serviço ajudou alguém e essa pessoa manda um e-mail, uma mensagem ou até mesmo um vídeo dizendo o que a ajuda representou.

Quando as pessoas sabem que aquilo que é oferecido já deu certo para alguém, se sentem muito mais encorajadas e seguras de tomar qualquer decisão.

  • Prova Social

Sabe quando você quer tomar um cafézinho mas nunca ouviu falar nada sobre as duas padarias que estão bem na sua frente?

Aí uma está super vazia  e a outra lotada. Qual você entende que é melhor?

Ou seja, quanto mais pessoas optam por uma opção, as pessoas se sentem mais seguras para fazer também.

Na prática, isso é possível quando é demonstrado que muitas pessoas estão falando sobre o assunto em evidência, ou cita a quantidade de pessoas que compraram o produto.

  • Escassez

No caso de vendas, é quando algum recurso é limitado, como por exemplo o tempo em que o carrinho ficará aberto, vagas limitadas, só os primeiros receberão o bônus X.

Na cabeça dos potenciais clientes gera um sentimento de urgência para a tomada de decisão.

[et_bloom_inline optin_id=”optin_3″]

  • Razão

Quando deixa claro o porque que o produto ou serviço deve ser adquirido. Mostra as evidências, os valores e pode também quebrar as objeções e dores do público alvo.

  • História

Já é cientificamente comprovado que as pessoas se lembram muito de histórias, pois há uma identificação entre as partes.

Então, sempre que houver venda, pode ser contada a própria história ou a do produto ou serviço ou até mesmo de algum cliente para gerar conexão com aquele que ouve.

  • Especificidade

Nada mais é do que deixar algum dado específico, ou seja, x% daqueles que testaram essa metodologia estão mais saudáveis. São números que comprovam a veracidade da informação.

  • Antecipação

Basicamente despertar a curiosidade do espectador. Antecipa parte de algum conteúdo ou informação que será dado no futuro, não deve-se entregar tudo de uma única vez.

  • Desapegamento

Esse gatilho serve para desapegar da ação da outra pessoa. Apesar de estar comprometido com o resultado, está desapegado.

Como se a venda fosse muito mais importante para quem compra do que para quem vende. Só deve tomar cuidado para não ser agressivo com as palavras.

Vale lembrar que estas técnicas devem ser sempre utilizadas de forma íntegra, caso contrário o negócio terá consequências ruins.

Nós da 77 Digital Marketing esperamos que tenha gostado do conteúdo. Fique ligado aqui no blog e no nosso Facebook que iremos postar muito mais artigos como este.

6 comentários em “Gatilhos Mentais – Instrumentos de Persuasão”

  1. Pingback: O que é lead: como qualificar e nutrir? - 77 Digital Marketing

  2. Pingback: Modelos de lançamentos online - 77 Digital Marketing

  3. Pingback: Funil de Vendas - conceito e dicas - 77 Digital Marketing

  4. Pingback: 5 passos para um lançamento online de sucesso - 77 Digital Marketing

  5. Pingback: O que postar nas redes sociais? - 77 Digital Marketing

  6. Pingback: 7 Ensinamentos para Atrair Alunos ao Cursos Onlines - 77 Digital Marketing

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *